As mentiras do Apocalipse Protestante! 

As Mentiras do Apocalipse Protestante!




Não deixem de acessar:

Cris Macabeus está de volta:

 

Artigos escritos por: Rogério Fernandes (Logos Apologética Cristã).

BANZOLI MENTE SOBRE O MILAGRE DE LANCIANO!

A Igreja Católica criou as universidades? Resposta

A Igreja Católica criou as universidades? Tréplica

 

Saindo do forno: 

Os protestantes de Hitler.

O Bispo de Jerusalém que não honrava pai e mãe!

“De Abel a Zacarias”; o cânon farisaico de Joséfo citado por Cristo.

Tribulação: A guerra que viria para o mundo inteiro. 

 

A boneca banzolouca – chora, chora e chora – e não ME REFUTA NADA. AI meu saquinho...

Olha o tipo de argumento “do voz de menina”:

Primeiro – (Banzoli diz) ESSE DOCUMENTO É FALSO Gugu dada kkkk.

Resposta: POR QUE SERÁ que eu temia que ela fosse dizer isso (risos)! Eu suspeitava desde o principio... Falso por quem? Por outro protestante como Lucas Banzoli? Não me diga! Que refutação kkk. Meu caro, eu não pedi ao senhor um documento canônico do primeiro século, e sim, um documento do primeiro século, escrito por um Cristão, mesmo que fosse um documento apócrifo. Papias é do primeiro século, é um Cristão e foi citado por outro Cristão! FAÇA COMO EU bebezão.

Segundo – (Banzoli diz) Ele grifou o nome de Clemente Gugu dada.

Resposta: Caro bebezão, é lógico que eu grifei o nome de Clemente erradamente. Eu escrevo na correria (caso o senhor não saiba), pois, eu trabalho (coisa que o senhor não faz). Na verdade, era para grifar o nome de “Papias – Exposição do Senhor. De novo o cara querendo refutar erro de digitação, ou, de marcação. Eu mereço... Outra coisa, eu não usei Clemente como fonte e sim: Jacques Paul Migne -, é só ler o que eu escrevi.  

Terceiro - (Banzoli diz) a fonte dele foi copiada do Veritatis.

Resposta: Continua sendo burro. Eu não retirei fonte, ou, copia do Veritatis, e sim, da http://www.newadvent.org/fathers/0125.htm - Lugar que o senhor usa e bastante para tentar me refutar. O problema é que, na newadvent está em inglês, e, para facilitar (pois eu não tempo), eu peguei a tradução do Veritatis. Poderia ter sido a tradução da Agnus Dai por exemplo.

(1.) Mary the mother of the Lord; (2.) Mary the wife of Cleophas or Alphæus, who was the mother of James the bishop and apostle, and of Simon and Thaddeus, and of one Joseph; (3.) Mary Salome, wife of Zebedee, mother of John the evangelist and James; (4.) Mary Magdalene. These four are found in the Gospel. James and Judasand Joseph were sons of an aunt (2) of the Lord's. James also and John were sons of another aunt (3) of the Lord's. Mary (2), mother of James the Less and Joseph, wife of Alphæus was the sister of Mary the mother of the Lord, whom John names of Cleophas, either from her father or from the family of the clan, or for some other reason. Mary Salome (3) is called Salome either from her husband or her village. Some affirm that she is the same as Mary of Cleophas, because she had two husbands.

 AINDA ESTOU ESPERANDO UM DOCUMENTO DO PRIMEIRO SÉCULO QUE PROVE A SUA HERESIA. Eu já provei meu caro!

OUTRA COISA MEU CARO. Eu não tenho dever nenhum de provar a minha fé perante um documento do primeiro século, pois, eu, como um bom católico, eu acredito na TRADIÇÃO APOSTÓLICA, coisa que o senhor não acredita. Quem tem que provar algo perante um documento escrito, é o senhor Lucas Banzoli. Mesmo assim eu te provei perante um documento. Faça como eu.

Eu aceitei o seu desafio (Lucas voz de menina) e provei mediante um documento do primeiro século que, um Cristão (primeiro século) afirma que Tiago irmão do Senhor era primo de Jesus.

Agora, senhor Lucas Banzoli, voz de menina, seja uma “hominho” e aceite o meu desafio. Traga-me um documento do primeiro século onde um Cristão de verdade afirme que:

  • Existiu um terceiro apóstolo chamado Tiago.
  • Esse Tiago era filho biológico de Maria e José.
  • Esse Tiago era o discípulo amado.
  • Dentro da santa ceia existiu mais alguém além dos doze apóstolos e Jesus Cristo.

Não adianta vir com seus textos gregos onde um grego, ou, alguém que escreveu em grego diz que Tiago era irmão do Senhor. Isso já foi mais do que refutado senhor Lucas Banzoli.

Primeiro – o termo “adelphoi” não se refere apenas a irmãos biólogos. Pois, se assim fosse, Maria Santíssima teria 500 filhos.

Segundo – mesmo existindo outro termo grego para a palavra primo, “adelphoi” também possui esse significado.

Terceiro – quando um hebreu escrevia em grego, ele usava os termos e os vocabulários existentes em seu próprio idioma.

Quarto – os gregos também usavam o termo “adelphoi” para primos, conterrâneos, parentes etc.

Quinto – se pelo fato de existir um termo específico para primo, ou, sobrinho no grego obrigasse um hebreu usar esse termo específico em seus escritos, os 72 sábios de Alexandria jamais teria usado “aldelphoi” para designar o grau de parentesco entre Abraão e Lot.

AINDA ESTOU ESPERANDO UM DOCUMENTO DO PRIMEIRO SÉCULO QUE JUSTIFIQUE A SUA HERESIA BANZOLI.

LUCAS BANZOLI – mirou em João e acertou Tiago!

Banzoli descobriu “sozinho sozinho” que, existiram dois personagens chamados – João – em Éfeso, e, de quebra, o bebezão diz que achou o terceiro Tiago Protestante (Risos).

Caros irmãos, eu já afirmei que não iria mais refutar as babaquices e os embustes de Lucas Banzoli e seu amigo Alon Briga sobre o terceiro Tiago, enquanto os mesmos, não me trouxerem um documento (canônico, ou, apócrifo) do primeiro século, no qual, um Cristão (de verdade) afirma que, dentro da santa ceia, havia mais alguém além dos doze apóstolos com Jesus Cristo, ou, que, existiu um terceiro Tiago que era filho de Maria e José, foi incrédulo durante a vida pública de Jesus Cristo, e, se converteu em uma aparição particular de Jesus Cristo para com ele depois da ressurreição. (até agora nada).

Enfim, os dois embusteiros até o momento, deram tiros para todos os lados, fizeram inúmeras adulterações, inventaram centenas de achismos, mas, não me trouxeram um documento do primeiro século justificando essas heresias.

Dessa vez, eu não irei fazer uma refutação, e, sim, algumas considerações sobre o último artigo do bebezão! Para corroborar com as minhas considerações, eu irei colocar um print com a conclusão do mesmo sobre o seu próprio artigo, no mais, todo o seu artigo gira em torno de Euzébio e alguns testemunhos como os de Papias. Nesse artigo, ele prova que, existiu mais um discípulo em Éfeso chamado João, e, assim, ele afirma que os padres da igreja possuíam dúvidas sobre O AUTOR DO QUARTO EVANGELHO, E, O APOCALIPSE. Observem o print abaixo.

 

Primeiro – Ele diz que existiram dois personagens chamados João, um apóstolo e outro presbítero.

Resposta: BANZOLI (risos) JURA QUE O SENHOR DESCOBRIU ISSO SOZINHO? Meu Deus! Faz dois mil anos que a Santa Igreja sabe disso, eu mesmo possuo vários artigos, no qual, eu menciono a existência desses dois discípulos. NADA DE NOVO.

Segundo – Ele diz que os dois viveram na Ásia e tiveram sepulturas diferentes.

Resposta: LER NOVAMENTE A PRIMEIRA RESPOSTA.

Terceiro – Ele diz que o evangelho e as cartas não podem ter sido escritos pelo mesmo autor do apocalipse.

Resposta: É mesmo? Se nem os padres da igreja chegaram a um consenso sobre isso, o senhor – que foi enviado como um anjo do céus –,  chegará e baterá o martelo sobre essa questão?

Quarto – Ele diz que as cartas e o evangelho foram escritos pelo presbítero e o apocalipse foi escrito pelo apóstolo.

RespostaDEIXA DE SER MENTIROSO HEREGE SOFISTA! O senhor está usando como fonte: Euzébio e outros padres como Papias, sendo que, os mesmos, não possuíam dúvidas de quem era o discípulo amado, ou, o autor do evangelho e das cartas, pois, para os mesmos, João filho de Zebedeu foi o autor do evangelho e das cartas. A dúvida era sobre o apocalipse apenas. Sobre João presbítero; afff, agora não é mais Tiago Protestante o autor do quarto evangelho? Já mudou de novo? Já deu mais um tiro no escuro?

Quinto – Ele diz que os manuscritos antigos traziam apenas João como autor do quarto evangelho, isso confundiu os padres da igreja.

Resposta: KKKK, eu gostaria muito de ver esse tal manuscrito antigo (anterior aos padres da igreja) que TRAGA como título, O NOME DO AUTOR. Só Lucas Banzoli para nos brindar com essas pérolas KKKK.

Sexto – Ele diz que, João presbítero é autor do quarto evangelho, e, traz (escreve) o testemunho do discípulo amado (TIAGO) “entre parênteses” kkk.

Resposta: Em todo o artigo, “o cabra” pouco citou o nome de Tiago Protestante, pois, o artigo foi todo em cima de João (perdeu tempo, não escreveu nada de novo). Na conclusão, o embusteiro diz que achou o terceiro Tiago como sendo o discípulo amado (RISOS). Segundo esse sofista, ele deduziu que Tiago era o discípulo amado, simplesmente, porque existiram dois personagens com o nome de João em Éfeso (não riam, por favor). Caros leitores, vocês conseguiram entender o tiro no escuro que ele deu agora? Mirou em João e acertou Tiago!

Caro Banzoli, eu vou repetir: O DISCÍPULO AMADO ERA UM DOS DOZE APÓSTOLOS, E, O MESMO, ESTAVA COM JESUS CRISTO NA SANTA CEIA. EU QUERO UM DOCUMENTO DO PRIMEIRO SÉCULO (canônico, ou, apócrifo), NO QUAL, UM CRISTÃO AFIRMA QUE EXISTIU MAIS ALGUÉM COM JESUS NA SANTA CEIA ALÉM DOS DOZE APÓSTOLOS.

AINDA ESTOU ESPERANDO muito, muito ansioso mesmo...

Obs.: O segundo João presbítero de Éfeso, não foi mencionado em livros canônicos, porém, o mesmo, foi mencionado em livros apócrifos, pelos padres da igreja e pela tradição apostólica (todos souberam da existência dele). Coisa que o seu terceiro Tiago Protestante não foi mencionado em nenhuma dessas fontes, ou seja, até Lucas Banzoli cair do céus, ninguém sabia da existência dele. Lembrando, Euzébio afirma que só existiram DOIS TIAGOS.

 

 

Guerras, fome, peste, terremotos, fenômenos e O CERCO de Jerusalém.

 

Apocalipse, introdução – tudo o que o leitor precisar saber antes de ler o livro.

 

RECADO AOS PROTESTANTES QUE QUEREM ME REFUTAR.

Meus caros rebelados, amigos de longa data.

Não adianta ficar “enchendo linguiça” nos comentários do meu site e na minha caixa de e-mails, do mesmo modo, não adianta ficar fazendo provocações em “sites e blogs” malignos usando o meu nome. Eu não perco meu tempo lendo artigos baseados no achismo e subjetivismo maligno protestante.

Todos os meus artigos foram elaborados com base Bíblica, histórica e arqueológica, portanto, eu só perco o meu precioso tempo lendo e refutando um material, no qual, possui argumentos relacionados com as mesmas fontes por mim usadas. Eu não uso de subjetivismo e interpretação pessoal baseado no meu achismo.

Argumentos sofistas do tipo:

“Geração não é geração, Jesus falou geração, mas, não no sentido de geração, pois, não pode ser geração, EU NÃO QUERO QUE SEJA AQUELA GERAÇÃO!!!”

Ou

“A cidade, no qual, o seu Senhor foi crucificado, literalmente é JERUSALÉM, porém, existe algo oculto nisso, ou seja, EU QUERO QUE SEJA A IGREJA CATÓLICA APOSTÓLICA ROMANA!!! EU QUERO, EU QUERO E PRONTO.”

Meus caros rebelados, esse tipo de argumento que só convence outros sofistas, eu não leio, eu não perco o meu preciso tempo com esse tipo de babaquice. Sobre as tentativas frustradas de adulterar o que está escrito na Bíblia Sagrada, isso também só convence outros sofistas, aliás, desde que o protestantismo existe, a única coisa que essa ideologia humana faz é – mutilar e adulterar a Bíblia Sagrada – no entanto, só vocês acreditam nas mentiras que vocês inventam.  

Portanto, que fique claro, eu só perco meu tempo lendo um material que esteja no mesmo nível dos meus artigos.

Pode chorar, espernear (risos), eu não me preocupo com os bebezões do mundo virtual.

 

 

Caro leitor, o Grupo Macabeus informa:

O site – Mentiras do Apocalipse Protestante – está passando por uma reforma estrutural e todo o seu conteúdo está sendo atualizado. Será um processo longo, porém, necessário. Todas as atualizações serão expostas na home do site, contamos com o seu apoio.  

 

 

Liberdade de Expressão: 

Art. 5º (da Constituição Federal). Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito ávida, liberdade, igualdade, segurança e a propriedade, nos termos seguintes: 

IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato; 

VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei; 

IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença. 

Art. 220 A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição. 

  • 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística. 

 

Direito de Resposta:

Pl 141 – Assegura que DIREITO DE RESPOSTA por ofensa pública, foi aprovada pela senado em 2013 e no presente momento se encontra na câmara DOS DEPUTADOS para apreciação do projeto de Lei.     

O grupo (MACABEUS) disponibiliza no site argumentos, respostas e refutações contra todas as mentiras que o protestantismo inventou contra o (CATOLICISMO) ao longo do tempo. 

O direito de resposta do grupo (MACABEUS) está assegurado pelo PROJETO DE LEI DO SENADO Nº 141, de 2011 (Esperanto a analise da câmara dos deputados). Incluído nos artigos abaixo: 

Art. 1º Esta Lei disciplina o exercício do direito de resposta ou retificação do ofendido em matéria divulgada, publicada ou transmitida por veículo de comunicação social. 

Art. 2º Ao ofendido em matéria divulgada, publicada ou transmitida por veículo de comunicação social fica assegurado o direito de resposta ou retificação, gratuito e proporcional ao agravo. 

  • 1º Para os efeitos desta Lei, considera-se matéria qualquer reportagem, nota ou notícia divulgada por veículo de comunicação social independentemente do meio ou plataforma de distribuição, publicação ou transmissão que utilize, cujo conteúdo atente, ainda que por equívoco de informação, contra a honra, a intimidade, a reputação, o conceito, o nome, a marca ou a imagem de pessoa física ou jurídica identificada ou passível de identificação. 
  • 2º Ficam excluídos da definição de matéria estabelecida no § 1º deste artigo os meros comentários realizados por usuários de Internet nas páginas eletrônicas dos veículos de comunicação social. 

O leitor que se sentir no direito de responder ao grupo (MACABEUS) estará assegurado pela mesma lei e normas estabelecidas pela PL 141 de 2011. 

Para o bem do site e do leitor, qualquer artigo, ou, publicações que possua alguma informação inverídica, será deletado, ou, atualizado, desde que, o ato seja provado mediante fontes documentais. No caso, o grupo (MACABEUS) fará uma retratação pública no próprio site. 

 

 Todos os direitos reservados ao grupo: (Macabeus)