As mentiras do Apocalipse Protestante! 

Jerusalém: A cidade ébria com sangue dos profetas.

Jerusalém: A cidade ébria com sangue dos profetas.

"Vi que a mulher estava ébria do sangue dos santos e do sangue dos mártires de Jesus; e esta visão encheu-me de espanto" (Apocalipse, Capítulo XVII, Verso VI)

"Porque eles derramaram o sangue dos santos e dos profetas, tu lhes deste também sangue para beber. Eles o merecem" (Apocalipse, Capítulo XVI, verso VI)

"Foi em ti que se encontrou o sangue dos profetas e dos santos, como também de todos aqueles que foram imolados na TERRA (γῆς)" (Apocalipse, Capítulo XVIII, Verso XXIV)

Caros leitores, nesse artigo eu irei provar de uma vez por todas que, Jerusalém, é a cidade (mulher) que matou - santos e profetas -, e, assim, Jerusalém também é acidade, no qual, está embriagada pelo sangue dos mártires que foram imolados na TERRA.

Primeiramente, devemos entender que, o termo TERRA (γῆς) dentro das escrituras sagradas, não possui o significado de: MUNDO (κόσμου). No grego koine, “TERRA e MUNDO” são palavras diferentes com significados diferentes. O que iriemos tratar nesse artigo é, o termo TERRA.

Esse termo grego (γῆς) possui o significado de TERRITÓRIO, ou seja, quando os apóstolos se referiam aos HABITANTES DA TERRA, ou, aos REIS DA TERRA, eles estavam se referindo aos seus próprios compatriotas.

OBS.: Quem quiser saber mais sobre o assunto, acessar o meu artigo: TRIBULAÇÃO A GUERRA QUE VIRIA SOBRE O MUNDO TODO.

Sendo assim, caros leitores, vamos juntos descobrir quem é essa MULHER misteriosa que estava embriagada pelo sangue dos santos, profetas e de todos aqueles que foram imolados sobre a TERRA.

Agora falando sobre essa MULHER (prostituta da babilônia), dentro do apocalipse, é conhecida como: GRANDE CIDADE, MULHER ADÚLTERA e ONDE O SEU SENHOR FOI CRUCIFICADO. No caso, a única cidade no mundo que é tratada dessa forma, e, está cercada por sete montanhas, é Jerusalém. Lembrando que em nenhum momento o apocalipse trata a MULHER ADÚLTERA como igreja. Isso só existe dentro da esquizofrenia protestante.

OBS.: Quem quiser saber mais sobre o assunto, acessar os meus artigos: JERUSALÉM É A GRANDE MERETRIZ DO APOCALIPSE e JERUSALÉM É A GRANDE CIDADE (BABILÔNIA).

Sabendo que TERRA significa território, e, MULHER significa cidade, sendo ela, a cidade de Jerusalém, ficará claro, simples e objetivo a exegese desses três textos (por mim citado acima no enunciado).

Observem o primeiro texto:

"Vi que a mulher estava ébria do sangue dos santos e do sangue dos mártires de Jesus; e esta visão encheu-me de espanto" (Apocalipse, Capítulo XVII, Verso VI)

Esse texto, talvez, não nos traga muita informação, pois, nele apenas cita uma mulher, que, no caso, poderia ser qualquer cidade, ou, qualquer incógnita pairando pelas cabeças protestantes. Também o texto afirma que, essa mulher estava embriagada pelo sangue dos SANTOS e MÁRTIRES de Jesus Cristo. OPA! A primeira coisa que vem na cabeça protestante é que, essa mulher, é SANTA IGREJA CATÓLICA, pois, segundo eles e seus sofismas, a Igreja Católica matou 100 milhões de pessoas na idade média (risos), mesmo sabendo que a Europa inteira não possuía toda essa população. Mas tudo bem, eu não estou falando sobre inquisição nesse artigo. Voltando ao assunto, devemos entender quem são esses mártires que o texto está se referindo, até porque, o protestantismo sabe muito bem o que é matar um Cristão. Lutero e Calvino que o diga!

Prestem atenção nesse relato de Euzébio de Cesareia:

Depois da ascensão de nosso Salvador, os judeus acrescentaram ao crime cometido contra ele à invenção de inúmeras ameaças contra seus apóstolos: Estevão foi o primeiro que eliminaram, apedrejando-o; depois dele, Tiago, filho de Zebedeu e irmão de João, a quem decapitaram; e depois de todos, Tiago, o que depois da ascensão de nosso Salvador foi o primeiro designado para o trono episcopal de Jerusalém e morreu da forma que já descrevemos. E os demais apóstolos sofreram milhares de ameaças de morte e foram expulsos da terra da Judeia. Porém, com o poder de Cristo, que hes havia dito: Ide e fazei discípulos de todas as nações em meu nome, dirigiram seus passos para todas as nações para ensinar a mensagem [...]. A partir deste momento, como se todos os homens santos tivessem abandonado por completo a própria metrópole real dos judeus e toda a região da Judeia, a justiça divina alcançou os judeus pelas iniquidades que cometeram contra Cristo e seus apóstolos, e apagou dentre os homens toda aquela geração de ímpios. Mas passando por alto o que lhes sobreveio e o que lhes foi feito pela espada e de outras maneiras, acho necessário apresentar apenas as calamidades causadas pela fome, para que os que leiam este escrito possam saber em parte como não tardou muito para que os alcançasse o castigo divino por seu crime contra o Cristo de Deus” (História Eclesiástica de Euzébio de Cesareia, Livro V, Capítulo III, Versos II ao VII)            

Como podemos observar no texto de Euzébio, depois da ressurreição e ascensão de Jesus Cristo, os JUDEUS perseguiram, mataram e maltrataram os discípulos e apóstolos de Jesus Cristo. Mas, a protestada pode questionar-me dizendo: “e o império romano também matou - santos e apóstolos - como Pedro e Paulo”. Claro que eles mataram santos e apóstolos, assim como mataram gregos, egípcios, bárbaros, judeus etc. Aquilo era um império e não uma igreja, ou, uma cidade escolhida por Deus como foi Jerusalém.

Eu quero que os leitores entendam que, é bem diferente os judeus (escolhidos por Deus) matar - santos e apóstolos -, e, outra nação pagã, matar santos, apóstolos, gentios, judeus, bárbaros etc. Na época, Roma não tinha pacto algum com o Deus de Abraão.

Voltando ao texto de Euzébio, ele nos fornece uma informação importante, pois, sabendo que, a primeira perseguição Cristã se deu por parte dos Judeus, sabemos também que os santos que foram mortos fora da cidade de Jerusalém, essas mortes, também recaíram (a culpa) sobre os judeus, pois, esses santos foram mortos pelo império romano, por causa da perseguição dos judeus e do exílio narrado por Euzébio de Cesareia. Não podemos nos esquece, de que, Euzébio diz que logo após o exílio, a justiça (castigo) Divina sobreveio sobre Jerusalém.

Mas será que isso está de acordo com as Escrituras? Colocarei os relatos narrados no Evangelho de São Lucas. Observem:

"Mas, antes de tudo isso, vos lançarão as mãos e vos perseguirão, entregando-vos às sinagogas e aos cárceres, levando-vos à presença dos reis e dos governadores, por causa de mim. Isto vos acontecerá para que vos sirva de testemunho. Gravai bem no vosso espírito de não preparar vossa defesa, porque eu vos darei uma palavra cheia de sabedoria, à qual não poderão resistir nem contradizer os vossos adversários. Sereis entregues até por vossos pais, vossos irmãos, vossos parentes e vossos amigos, e matarão muitos de vós. Sereis odiados por todos por causa do meu nome" (Evangelho de São Lucas, Capítulo XXI, Versos XII ao XVII)

Quem escreveu primeiro: Lucas, ou, Euzébio? A resposta é simples. São Lucas está descrevendo de uma forma profética, tudo aquilo que Euzébio narra como cumprimento dos fatos ocorridos durante o cerco de Jerusalém em 72 D.C. Observem que os dois Santos Católicos afirmam:

 

  • Os apóstolos foram perseguidos pelos judeus.
  • Os apóstolos foram assassinados pelos judeus dentro e fora de Jerusalém.
  • Os apóstolos foram entregues as autoridades pagãs pelos judeus.
  • Os apóstolos foram expulsos e exilados de Jerusalém por causa da perseguição judaica.

 

O mais impressionante, é que Euzébio diz: “A partir deste momento, como se todos os homens santos tivessem abandonado por completo a própria metrópole real dos judeus e toda a região da Judeia, a justiça divina alcançou os judeus pelas iniquidades que cometeram contra Cristo e seus apóstolos”. Por incrível que pareça, São Lucas diz o mesmo. Observem:

"Quando virdes que Jerusalém foi sitiada por exércitos, então sabereis que está próxima a sua ruína. Os que então se acharem na Judeia fujam para os montes; os que estiverem dentro da cidade retirem-se; os que estiverem nos campos não entrem na cidade. Porque este serão dias de castigo, para que se cumpra tudo o que está escrito" (Evangelho de São Lucas, Capítulo XXI, Versos XX ao XXII) 

São Lucas escreve essa profecia, narrada por Jesus Cristo, logo após ele escrever sobre a perseguição apostólica por parte dos Judeus. Agora eu pergunto aos protestantes: depois de terem lidos os dois textos de Lucas e o texto de Euzébio, qual é a cidade que está embriagada pelo sangue dos santos e mártires? Com certeza eles irão ler, pensar, refletir, chorar, fazer birra e falar que é a Igreja Católica (risos).

Enfim, qual a dificuldade de se interpretar o apocalipse? Essa dificuldade se chama: Lavagem cerebral.

Voltando ao assunto, todas essas narrativas (Euzébio e Lucas) se cumprem nesse texto do apocalipse:

"Ouvi outra voz do céu que dizia: Meu povo, sai de seu meio para que não participes de seus pecados e não tenhas parte nas suas pragas, porque seus pecados se acumularam até o céu, e Deus se lembrou das suas injustiças. Faze com ela o que fez (contigo), e retribui-lhe o dobro de seus malefícios; na taça que ela deu de beber, dá-lhe o dobro" (Apocalipse, Capítulo XVII, Versos IV, V e VI)

Agora, nesse momento, vamos analisar o segundo e o terceiro texto por mim citado no enunciado:

"Porque eles derramaram o sangue dos santos e dos profetas, tu lhes deste também sangue para beber. Eles o merecem" (Apocalipse, Capítulo XVI, verso VI)

"Foi em ti que se encontrou o sangue dos profetas e dos santos, como também de todos aqueles que foram imolados na TERRA" (Apocalipse, Capítulo XVIII, Verso XXIV)

Observem como esses dois textos possuem uma conexão com o primeiro por mim citado, e, os dois se referem ao sangue dos santos e dos profetas de Deus que foram derramados sobre a TERRA.

Como eu já me referi (acima), o termo TERRA corresponde ao território de Jerusalém. Podemos analisar também que, o texto se refere aos: SANTOS e PROFETAS. Existe uma indagação protestante a respeito dos profetas, pois, como todos nós sabemos, os profetas foram exterminados pelos judeus, assim como se encontra na narrativa de Santo Estevão antes de ser martirizado dentro de Jerusalém (TERRA). Observem:

"A qual dos profetas não perseguiram os vossos pais? Mataram os que prediziam a vinda do Justo, do qual vós agora tendes sido traidores e homicidas" (Atos dos apóstolos, Capítulo VII, Verso LII)

Alguns protestantes, querendo deturpar o apocalipse diz: “mas os santos apóstolos também eram profetas, e, alguns foram mortos em Roma”.

Eu quero que o leitor entenda que, os santos apóstolos e discípulos de Jesus Cristo, possuíam o dom da profecia através dos Espirito Santos, isso é uma questão aleatória e de modo particular.

Os profetas narrados no apocalipse e no texto de Santo Estevão; foram os profetas do antigo testamento, no qual, profetizaram a vinda de Jesus Cristo, e, o mesmo, diz que João Batista foi o último.

"A lei e os profetas duraram até João. Desde então é anunciado o Reino de Deus, e cada um faz violência para aí entrar" (Evangelho de São Lucas, Capítulo XVI, Verso XVI) 

Parece estranho, mas é a pura realidade. Existe uma grande diferença entre, profetas e santos com o dom da profecia. Os profetas que antecederam a vinda de Jesus Cristo, eles, além de anunciar a vinda do Messias, prefiguravam a forma com que Jesus Cristo iria anunciar o reino dos céus.

"Muitas vezes e de diversos modos outrora falou Deus aos nossos pais pelos profetas. Ultimamente nos falou por seu Filho, que constituiu herdeiro universal, pelo qual criou todas as coisas" (Carta aos Hebreus, Capítulo I, Versos I e II)

Ou seja, no antigo testamento, Deus falava pela boca dos profetas, na era apostólica, Deus falava pela boca de Jesus Cristo. A diferença é que hoje, Jesus Cristo continua falando. A igreja não necessita de um profeta especifico como no antigo testamento. Quando Jesus Cristo precisa anunciar algo, ele usa seus santos através do dom da profecia.

Até porque, se todos os santos, apóstolos e discípulos fossem profetas como no AT, não teria o porquê de o texto fazer a distinção entre PROFETAS e SANTOS. Se as duas classes fossem o mesmo, o texto iria mencionar apenas SANTOS, ou, apenas PROFETAS, pois, já estaria tudo incluso no mesmo bolo.

Por que o texto do apocalipse faz a distinção entre SANTOS e PROFETAS? Resposta é simples, prestem atenção:

 

  • SANTOS (Novo Testamento).
  • PROFETAS (Antigo Testamento).

 

Sabendo disso: qual é a cidade chamada de mulher embriagada pelo sangue dos santos (NT), profetas (AT) e todos que foram imolados sobre a TERRA?

Observem a narrativa dentro do Evangelho de São Mateus:

“Ai de vós, escribas e fariseus hipócritas! Edificais sepulcros aos profetas, adornais os monumentos dos justos e dizeis: Se tivéssemos vivido no tempo de nossos pais, não teríamos manchado nossas mãos como eles no sangue dos profetas [...]. Testemunhais assim contra vós mesmos que sois de fato os filhos dos assassinos dos profetas. Acabai, pois, de encher a medida de vossos pais! Serpentes! Raça de víboras! Como escapareis ao castigo do inferno? Vede, eu vos envio profetas, sábios, doutores. Matareis e crucificareis uns e açoitareis outros nas vossas sinagogas. Persegui-los-eis de cidade em cidade, para que caia sobre vós todo o sangue inocente derramado sobre a TERRA, desde o sangue de Abel, o justo, até o sangue de Zacarias, filho de Baraquias, a quem matastes entre o templo e o altar. Em verdade vos digo: todos esses crimes pesam sobre esta raça.  Jerusalém, Jerusalém, que matas os profetas e apedrejas aqueles que te são enviados! Quantas vezes eu quis reunir teus filhos, como a galinha reúne seus pintinhos debaixo de suas asas... e tu não quiseste! Pois bem, a vossa casa vos é deixada deserta” (Evangelho de São Mateus, Capítulo XXIII, Versos XXIX ao XXXVIII)

Realmente, esse texto é “um tapa” na cara dos protestantes, pois, o autor (São Mateus) narra as palavras de Jesus Cristo sobre os crimes de Jerusalém. Por mais impressionante que seja, quem narrou esse texto para São Mateus, foi o mesmo Jesus Cristo que narrou o texto do apocalipse para São João. Ou seja, Jesus Cristo estava se referindo a mesma cidade. A única diferença é que no Evangelho de São Mateus, Jesus Cristo narra literalmente, e, no apocalipse, Jesus Cristo narra de uma forma simbólica. Mas, a narrativa é a mesma e o assunto é o mesmo.

Analisando o Evangelho de São Mateus e o apocalipse, podemos concluir que:

 

  • Os dois textos se referem a uma cidade chamada: (Mulher e Jerusalém).
  • Os dois textos se referem ao assassinato dos profetas (AT).
  • Os dois textos se referem ao assassinato dos santos (AT).
  • Os dois textos se referem a uma cidade que estava machada com todo o sangue que foi derramado sobre a TERRA.

Nesse sentido é que iriemos trabalhar nesse momento. Pois, o sangue derramado sobre a TERRA, é a chave para se interpretar os dois textos (Mateus e apocalipse). Prestem atenção:

O Evangelho de São Mateus diz a respeito de JERUSALÉM“para que caia sobre vós todo o sangue inocente derramado sobre a TERRA.

O Apocalipse diz a respeito da PROSTITUTA: “Foi em ti que se encontrou o sangue [...] de todos aqueles que foram imolados na TERRA.

Bem, eu não preciso escrever mais nada sobre esse assunto, pois, os dois textos dizem por si só. Para corroborar com essa analise, eu irei acrescentar o evangelho de São Lucas que diz o mesmo:

Ai de vós, que edificais sepulcros para os profetas que vossos pais mataram. Vós servis assim de testemunhas das obras de vossos pais e as aprovais, porque em verdade eles os mataram, mas vós lhes edificais os sepulcros. Por isso, também disse a sabedoria de Deus: Enviar-lhes-ei profetas e apóstolos, mas eles darão a morte a uns e perseguirão a outrosE assim se pedirá conta a esta geração do sangue de todos os profetas derramado desde a criação do mundo, desde o sangue de Abel até o sangue de Zacarias, que foi assassinado entre o altar e o templo. Sim, declaro-vos que se pedirá conta disso a esta geração” (Evangelho de São Lucas, Capítulo XI, Versos XLVIII ao LI)

Esse texto do Evangelho de São Lucas possui mais uma informação que será agregada dentro dessa exegese. Prestem atenção quando ele diz: “E assim se pedirá conta a esta geração do sangue de todos os profetas derramado desde a criação do mundo”. Aquela geração iria pagar por todo o sangue derramado desde a criação do mundo. Agora eu pergunto aos protestantes:

 

  • Aquela geração pagou, ou não, pelo sangue dos profetas derramados desde a criação do mundo?
  • Roma matou algum profeta desde o principio do mundo?
  • Foi Roma quem matou Abel, Zacarias entre outros?

 

Para terminar esse maravilhoso artigo, eu irei expor o pensamento de São Paulo sobre esse assunto:

"Com efeito, irmãos, vós vos tornastes imitadores das igrejas de Deus que estão na Judéia, das igrejas de Jesus Cristo. Tivestes que sofrer da parte dos vossos compatriotas o mesmo que eles sofreram dos judeus, aqueles judeus que mataram o Senhor Jesus e seus próprios profetas, que nos perseguiram, que não são do agrado de Deus, que são inimigos de todos os homens" (I Tessalonicenses, Capítulo II, Versos XIV e XV)

São Paulo está revelando o que São Luca narrou a respeito das tribulações, lembre-se do que fora dito por Jesus Cristo em sua pregação:

"Mas, antes de tudo isso, vos lançarão as mãos e vos perseguirão, entregando-vos às sinagogas e aos cárceres, levando-vos à presença dos reis e dos governadores, por causa de mim. Isto vos acontecerá para que vos sirva de testemunho. Gravai bem no vosso espírito de não preparar vossa defesa, porque eu vos darei uma palavra cheia de sabedoria, à qual não poderão resistir nem contradizer os vossos adversários. Sereis entregues até por vossos pais, vossos irmãos, vossos parentes e vossos amigos, e matarão muitos de vós. Sereis odiados por todos por causa do meu nome" (Evangelho de São Lucas, Capítulo XXI, Versos XII ao XVII)

São Paulo nos lembra de que, a perseguição que ele e os outros apóstolos estavam sofrendo, fora por parte daqueles que mataram todos os profetas do antigo testamento, ou seja, JERUSALÉM.

Assim eu termino mais um artigo, no qual, eu acabo com todas AS MENTIRAS DO APOCALIPSE PROTESTANTE.

Autor: Cris Macabeus.

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
ONLINE
3


Cai a farsa.

Pro Ecclesia.

Servos de Maria.

Apologistas Católicos.

Índice de Mentiras.

Quem sou eu.