As mentiras do Apocalipse Protestante! 

Os Pais da Igreja eram Católicos.

Os Pais da Igreja eram Católicos.

Meus Irmãos Católicos, quantas vezes vocês tiveram que escutar a palhaçada protestante de que a Santa Igreja Católica única de Jesus Cristo foi fundada por Constantino no século IV?

Tudo mentira dessa desgraça na humanidade chamada Protestantismo, a Igreja Católica Apostólica Romana foi fundada por São Pedro em Roma, assim todos os Pais da Igreja (Século II III e IV) afirmam e confirmam a verdadeira historia da Igreja Católica, os únicos que acreditam na historinha de Constantino são os protestantes baseados em fábulas inventadas por historiadores protestantes séculos depois dos fatos narrados por eles; Obs: todos os fatos narrados por esses tais historiadores são baseadas em fábulas que eles mesmos criaram sem qualquer fonte material ou documental de testemunhas oculares.   

A verdadeira historia da Igreja Católica segundo os Pais da Igreja.

Santo Irineu carta contra heresias:

“Mas visto que seria coisa bastante longa elencar, numa obra como esta, as sucessões de todas as igrejas, limitar-nos-emos à maior e mais antiga e conhecida por todos, à igreja fundada e constituída em Roma, pelos dois gloriosíssimos apóstolos, Pedro e Paulo, e, indicando a sua tradição recebida dos apóstolos e a fé anunciada aos homens, que chegou até nós pelas sucessões dos bispos, refutaremos todos os que de alguma forma, quer por enfatuação ou vanglória, quer por cegueira ou por doutrina errada, se reúnem prescindindo de qualquer legitimidade. Com efeito, deve necessariamente estar de acordo com ela, por causa de sua origem mais excelente, toda a Igreja, isto é, os fiéis de todos os lugares, porque nela sempre foi conservada, de maneira especial, a tradição que deriva dos apóstolos.”

Inácio de Antioquia em 107 D.C:

Onde comparecer o Bispo, aí esteja a multidão, do mesmo modo que, onde estiver Jesus Cristo, aí está a IGREJA CATÓLICA

(Epístola aos Esmirnenses c 8, 2). 

São Policarpo:

A Igreja de Deus que peregrina em Esmirna à Igreja de Deus que peregrina em Filomélio e a todas as paróquias da IGREJA SANTA E CATÓLICA em todo o mundo.

"fez menção de todos quantos em sua vida tiveram trato com ele, pequenos e grandes, ilustres e humildes, e especialmente de toda a IGREJA CATÓLICA, espalhada por toda a terra”

(c. 8).

São Clemente:

“Não só pela essência, mas também pela opinião, pelo princípio pela excelência, só há uma Igreja antiga e é a IGREJA CATÓLICA. Das heresias, umas se chamam pelo nome de um homem, como as que são chamadas por Valentino, Marcião e Basílides; outras, pelo lugar donde vieram, como os Peráticos; outras do povo, como a heresia dos Frígios; outras, de alguma operação, como os Encratistas; outras, de seus próprios ensino, como os Docetas e Hematistas“.

(Stromata 1.7. c. 15).

São Cipriano em 249, antes de Constantino nascer, e antes do Concílio de Nicéia, testemunhava:

Cipriano (200-258)

“atrevem-se estes a dirigir-se à cátedra de Pedro, a esta igreja principal de onde se origina o sacerdócio… esquecidos de que OS ROMANOS NÃO PODEM ERRAR NA FÉ

(Epist. 59,n.14, Hartel, 683)

Estar em comunhão com o Papa é estar em comunhão com a Igreja Católica.”

(Epist. 55, n.1, Hartel, 614);

E não há para os fiéis outra casa senão a Igreja Católica.

(Sobre a unidade da Igreja, cap. 4);

Roma é a matriz e o trono da Igreja Católica.

(Epist. 48, n.3, Hartel, 607).